sexta-feira, 21 de maio de 2010

Igreja fortalece parceria durante inscrição de voluntários no cadastro para doação de medula óssea e de sangue, em Blumenau

Triagem

Triagem

Durante a doação de sangue, feita por voluntários do Programa Mãos Que Ajudam, no Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina - em Blumenau, o diretor de Assuntos Públicos da Estaca Vale do Itajaí, Ricardo Timóteo, acompanhado da assistente de Comunidade, Vera Estork, aproveitou o momento para fortalecer a parceria com a direção do Hemocentro. Entregou materiais da Igreja e disse: “Como sabíamos que estão baixos os estoques de sangue, estamos aqui à disposição para servir a comunidade. Pode nos convocar sempre que for preciso".

Doadores voluntários do Programa Mãos que Ajudam

Doadores voluntários do Programa Mãos que Ajudam

Por sua vez, o diretor do órgão, Delson Langaro, fez questão de retribuir a ajuda mostrando todos os processos pelo qual o sangue passa até chegar ao paciente nos hospitais. “Para nós é importante mostrar todo o processo e esclarecer mais a respeito da doação de sangue, já que uma doação, pode ajudar a salvar a vida de três pessoas. As pessoas às vezes sentem receio e isso impede que elas doem sangue, mas conhecendo como funciona, o medo é superado. Agradecemos sua ajuda. O grupo é bem organizado e doa com alegria. Estamos com as portas abertas e sempre que puderem, por favor, sintam-se à vontade para vir ao Hemosc”, concluiu Delson.

Veja matéria completa no link:
http://portalsud.com.br/newssmith/ler.php?conteudo=610&sessao=Brasil

Um comentário:

Comunicação disse...

Olá blogueiro,
Fazer esse tipo de incentivo é sempre muito importante para ajudar a salvar vidas. Os interessados em fazer o cadastro de doador voluntário de medula óssea devem procurar o hemocentro mais próximo ou o INCA. Basta preencher uma ficha com dados pessoais e doar 5ml de sangue para testes de compatibilidade. É simples, rápido e não dói. No site: http://bit.ly/bOqRS0 o leitor pode esclarecer suas dúvidas sobre o tema. Divulgue e conscientize as pessoas.
Para mais informações: fernanda.scavacini@saude.gov.br
Att
Ministério da Saúde